sexta-feira, 22 de abril de 2016

Pilates Na Reabilitação da Capsulite Adesiva - Ombro Congelado



Primeiro de tudo vale lembrar que os movimentos combinados das quatro articulações do ombro, somados a músculos e demais estruturas periarticulares envolvidos, permitem que o braço exerça as mais variadas funções no espaço, movimentos esses que são maiores em amplitude que a de qualquer outra articulação do corpo. Ou seja, para pensar na reabilitação precisamos analisar todo esse amplo universo.

ARTICULAÇÕES DO OMBRO
  • 3 ARTICULAÇÕES SINOVIAIS
1) Esterno clavicular
2) Acrômio clavicular
3) Glenoumeral
  • ARTICULAÇÕES FISIOLÓGICAS
1) Escapulo torácica
  • A CAPSULITE ADESIVA
A Capsulite Adesiva ou Ombro Congelado ocorre na cápsula articular da glenoide, onde ela se encontra espessa, inelástica e friável, com perda de movimentos ativos e passivos do ombro. De causa desconhecida, por vezes associada a episódios traumáticos, dores ocasionais no ombro, que começam impedindo algumas atividades e seguem progressivamente até um quadro incapacitante. Frequente em doentes do sexo feminino entre os 45 e os 55 anos de idade. Os doentes diabéticos ou com antecedentes de diabetes na família e os doentes com problemas da tiroide têm uma maior probabilidade de desenvolver uma capsulite adesiva. Déficits de movimentos caracterizam anormalidades do tônus muscular, adaptações posturais, movimentos sinergéticos, falta de dissociação entre os cíngulos dos membros superior e inferior, perda dos movimentos seletivos e da coordenação motora acentuada no membro superior, com consequentes prejuízos nas habilidades motoras dificultando os movimentos.
O exame físico evidencia frequentemente limitação multidirecional dos movimentos ativos e passivos da glenoumeral. As restrições obedecem ao padrão capsular da articulação do ombro - Rotação externa sendo o componente mais restrito, seguido de abdução e a rotação medial sendo o componente menos restrito dos três.
  • FASES DA CAPSULITE ADESIVA
1°) Fase congelante e dolorosa (10-36 semanas) - existe um aumento gradual da dor no ombro ao repouso, com a presença de dor aguda nos extremos de movimento.
2°) Fase adesiva (4-12 meses) A dor começa a ceder, porém inicia-se uma progressiva perda de flexão da gleno-umeral, abdução e rotação interna e externa.
3°) Fase de resolução (12-42 meses) é caracterizada por uma melhora progressiva na ADM funcional do ombro (SILVA, 2009).
  • PILATES NA REABILITAÇÃO DA CAPSULITE ADESIVA
Todos os exercícios devem ser realizados respeitando os princípios e conceitos do método, respiração, centralização, concentração, precisão e fluidez, crescimento axial, organizações posturais e visualização de imagens, de uma forma geral. Você pode trabalhar os exercícios em várias posturas, varie a postura a cada aula, pode ser na instabilidade, sentado na bola por exemplo com movimentos de pelve e coluna associados, Tem um mar de possibilidades! Tentei colocar todas as possibilidades, porém você utiliza o que for preciso dependo da avaliação funcionar do ombro que precisa ser feita para se decidir de onde partir, sem esquecer de quadro álgico que é fato determinante para as decisões.

A) Em caso de dor podemos utilizar técnicas manuais específicas, a crioterapia é um recurso fácil que não precisa de aparelhagem podendo ser facilmente aplicado no ambiente de pilates, o controle da dor precisa ser utilizado antes do exercícios para se conseguir o mais próximo possível da biomecânica normal articular. Podem ser utilizadas outras técnicas, como as nossas amadas bandagens neuromusculares.

B) Mobilizações passivas de todas as articulações citadas no início do texto, em todas as amplitudes de movimento, inclusive das estruturas ósseas, como a escapulo torácica.

C) Mobilizações ativo assistidas de todos os movimentos de ombro e membros superiores, trabalhar sempre bilateral, com o ombro saudável de espelho para o acometido. 
Movimentos:
-Organizar a escúpula e abrir o peito. 
-Elevação e depressão.
-Protração e retração.
-Circundução para frente e para trás.
-Flexão e extensão.
-Abdução e adução.
-Rotação interna e externa.
-Soma de movimentos, diagonais de kabat, use a imaginação, "pega um objeto acima da cabela e para esquerda". Simule os movimentos funcionais.

D) Exercícios ativos dos movimentos citados na letra C.

E) Uma articulação além de mobilidade precisa de estabilidade, coordenação, direção de movimento e firmeza, ou seja, tudo isso precisa virar exercícios de pilates.

F) Alongamento e fortalecimento, que pode ser com o uso das molas, rolo, elástico e bola.

G) A aula pode ser finalizada com um relaxamento.

www.artedomovimento.com.br

Vem com a gente no Instagram!
@artedomovimento
@camilaalexandreboschini
@hana_christofoli

Compartilhe a informação!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do meu mundo! Não tenha vergonha de opinar... Pode criticar as piadas sem graça, o gosto musical, pode até me contar piada sem graça, ou me apresentar uma ótima música, uma ótima técnica, um jeito especial de organizar o ambiente e a "postura". Mas sinceramente, sinta-se bem vindo!